terça-feira, 31 de maio de 2011

NÃO FUJA DA MUSCULAÇÃO, CORREDOR!




Apesar de muitos praticantes da corrida virar a cara para o fortalecimento muscular, acredite: ele é um dos melhores amigos do corredor.

A corrida é um esporte que causa impacto ao corpo, o que afeta diretamente a musculatura do atleta. Para minimizar este problema, o fortalecimento muscular é essencial para qualquer corredor, já que auxilia na proteção dos músculos, das articulações e dos ligamentos, além de dar mais força e resistência durante a prática esportiva, melhorando o desempenho. Além disso, auxilia no ganho de massa muscular, o que é importante, sobretudo, para os corredores acima de 40 anos. Nesta idade o indivíduo perde um pouco mais de massa muscular e a musculação passa a ser grande aliada.

O fortalecimento muscular deve ser feito desde a fase iniciante até o atleta mais avançado, seguindo a planilha de treinos sempre com disciplina. O importante é que a rotina seja respeitada ao máximo. Ou seja, o corredor não pode se programar para correr três vezes e musculação duas por semana e acabar treinando uma ou duas vezes apenas.

Todos os exercícios feitos na academia são indicados, desde que a pessoa não tenha nenhuma restrição. Trabalhar os membros inferiores é, obviamente, muito importante. Porém, não se esqueça dos membros superiores e do tronco, como a região do core - abdominal e quadril. Mas fique atento! Nada de musculação com muita carga, principalmente nas pernas. A melhor opção são as séries de resistência, ou seja, muitas repetições e pouca carga, para trabalhar exatamente a resistência anaeróbia do músculo.

É de extrema importância que os exercícios de musculação sejam feitos de maneira correta, com cargas compatíveis ao condicionamento do atleta. Fazer treinos de musculação e de corrida no mesmo dia não é errado, mas depende muito da condição do corredor.

O indicado é que o corredor, ao buscar os exercícios de fortalecimento, peça auxílio a um professor de educação física e diga que busca uma série para prevenir lesões na corrida e também para melhorar o desempenho. É importante também não exagerar.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

DICAS PARA INICIAR A ATIVIDADE FÍSICA





A melhor maneira é progredir em passos pequenos. Assim como você fez para aprender a andar. Passos pequenos o suficiente que passem quase despercebidos e que a chance de fracasso de cada passo individual seja praticamente nula. Deixe-me dar um exemplo:

Você quer se exercitar? Já gastou um dinheirão em uma esteira de caminhada, mas hoje em dia a maior serventia dela é como cabide? Então, ao invés de tentar “revolucionar” e se comprometer a acordar às 5:00 da manhã e se exercitar por 1h até quase desmaiar, faça diferente.

Se comprometa a ficar em pé, parado na esteira, enquanto assiste a seu programa favorito na TV. Ou se isso for sacrifício demais, faça isso somente durante os intervalos, por exemplo. O segredo não é o quão grande é seu passo inicial, mas o comprometimento em sempre dar novos passos, mesmo que minúsculos.

Um segundo passo, por exemplo, poderia ser fazer a mesma coisa, mas agora com roupas próprias para exercício. E nesse caso, já que você está ali, parado, vai ver que talvez comece a andar ou correr antes mesmo de terminar a sua primeira semana.

A princípio parece bobeira ficar parado na esteira sem fazer nada, mas funciona. Em uma semana você já vai fazer algo que estava “tentando” fazer há anos.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

OS BENEFÍCIOS DA CORRIDA PARA O DIA-A-DIA




No clube, na rua ou na esteira, correr faz bem para o corpo e para a alma. Além de garantir uma silhueta sequinha e definida, a atividade combate a TPM e a depressão e ainda ajuda você a superar limites.

Desde que a americana Kathrine Switzer participou disfarçada de homem da Maratona de Boston, nos Estados Unidos, em 1967, a corrida nunca mais foi à mesma: além de mostrar que as mulheres também têm força e resistência para percorrer 42 quilômetros, a corredora ajudou a criar provas específicas para o sexo feminino. Aos poucos, a moda chegou por aqui. Segundo dados da Corpore, entidade que organiza provas de rua no Brasil, desde 2003 são as mulheres que mais contribuem para o crescimento da modalidade, hoje elas preenchem 30% das inscrições.

Há benefícios comprovados em relação à osteoporose, ao risco de doenças cardíacas, câncer de ovário ou de mama, distúrbios do sono e até mesmo a respeito do controle de disfunção erétil. Quem corre mantém o organismo ativo e não deixa que uma série de mecanismos metabólicos enferruje. O corpo fica resistente aos ataques de agentes causadores de doenças, sejam eles internos ou externos.

Se você quer começar a correr eu recomendo que procure ajuda de um médico primeiro e procure um profissional de educação física para montar uma programação adequada de treinamento.

terça-feira, 10 de maio de 2011

O LUGAR DA LUTA NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA








Ela é um conteúdo importante e agrega elementos como equilíbrio, força e agilidade, que podem ser ensinados aos alunos.

Abrir espaço no planejamento para ensinar como atingir, desequilibrar e derrubar um adversário pode parecer um contrassensos em tempos de tanta violência gratuita. Mas não é se você souber diferenciar as lutas (que são modalidades esportivas) das brigas (essas sim, manifestações de agressividade desorganizadas). Tal como os esportes, os jogos e as ginásticas, elas são temas importantes do ensino de Educação Física.

Com características próprias - atividades que fazem parte da história e cultura de diversos povos, têm regras e movimentos específicos -, elas podem ser praticadas por todos os alunos, independentemente da força, da altura, do sexo e da aptidão física de cada um.

Para trabalhar com esse assunto, o professor não precisa ser um atleta que saiba lutar karatê, judô, por exemplo. O essencial é estudar o assunto - tal como se faz com outros, como futebol e alongamento - e se dedicar para que as informações apresentadas sejam compreendidas pela turma com clareza. Outro ponto importante que o docente precisa ter claro é que o objetivo não pode ser transformar os alunos em lutadores profissionais (como ocorre no caso da prática de esporte de alto rendimento). A ideia é fazer com que eles conheçam as características comuns às lutas, as técnicas, o histórico, as vestimentas e os países em que as lutas são praticadas (e também vivenciem movimentos básicos de cada modalidade).

Fonte: novaescola.com.br

Oficina sobre Avaliação Motora - Educação Especial


Oficina de Avaliação Motora para as Professoras das Salas
de Recursos e Equipe de Educação Especial com o Meste, Professor e Supervisor
Sandro Gonzaga Aredes. Realizada no dia 03/05/2011 na SME às 14h.

Objetivo: Preparar os professores que já atuam nas Salas de Recursos
Multifuncionais para realizarem a Avaliação Motora dos alunos que recebem o
Atendimento Educacional Especializado - AEE.

Esta é uma das avaliações que serão efetuadas nas Salas de Recursos para
conclusão do Plano de Desenvolvimento Individual- PDI.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

DICAS PARA AUMENTAR A ATIVIDADE FÍSICA





A prática de atividades físicas de intensidade moderada por um mínimo de 30 minutos diários é benéfica à sua saúde do corpo e da mente. Em casa ou no trabalho, aproveite as ocasiões para aumentar a sua atividade física.

Em casa:

· Junte-se a um grupo para fazer caminhada na vizinhança. Recrute um parceiro para lhe dar força e coragem

· Leve o seu bebê para passear de carrinho

· Envolva toda a família para a prática de atividades físicas - desfrute uma tarde de ciclismo com seus filhos

· Caminhe pelas laterais do campo de futebol enquanto assiste a seus filhos jogando

· Passeie com seu cachorro

· Limpe a casa ou lave o carro

· Caminhe, de bicicleta ao invés de dirigir o carro

· Faça alongamentos, exercícios ou pedale na bicicleta ergométrica enquanto assiste à televisão.

· Apare a grama com um cortador de grama

· Plante e cuide do jardim

· Brinque com as crianças - dance, pule amarelinha, brinque de pique, pule corda.

No trabalho:

· Saia do ônibus uma parada antes e ande o resto do caminho

· Substitua a parada do café com uma caminhada rápida de 10 minutos

· Faça parte de um programa de exercício no trabalho ou academia próxima

· Faça parte do time de futebol ou voleibol

Atividades esportivas:

· Ande, corra, ande de bicicleta ou patins

· Nade ou faça hidroginástica.

· Faça aulas de artes marciais, dança ou ioga

· Jogue tênis

· Jogue basquete, vôlei ou futebol

· Faça uma caminhada na natureza (trilhas)

E O MAIS IMPORTANTE - DIVIRTA-SE ENQUANTO SE MANTÉM ATIVO!!!

domingo, 1 de maio de 2011

VASCO VAMOS ACREDITAR! NÃO PARA, NÃO PARA, NÃO PARA.....


SOU VASCO, ODEIO O FLAMENGO! Mais não dá para constatar que existe algo no flamengo que só existe no flamengo. Por que todos os jogadores adversários do flamengo ficam nervosos e os seus não. Parece que tudo, mas tudo mesmo dá certo para “eles” e nunca dá para os outros..... Por quê? Meu Deus, por quê? Lembrando, eu sou dos outros.....

Assisti ao jogo na casa de meu irmão, um vascaíno fanático, infinitamente mais que eu. Éramos uns 15 a 20 vascaínos, com camisas, bandeiras, boné, apito, cornetas (vuvunzelas) e estávamos antes do jogo cheios de alegria e esperanças, mas no fundo sabíamos, ou melhor, tínhamos um medo quase sufocante em nossos corações, pois já passam de 23 anos de finais que perdemos..... Por quê? Meu Deus, por quê? O mais incrível é constatar que antes do jogo a comemoração “deles” era a mesma de depois do jogo..... Por quê? Meu Deus, por quê? Parece que já sabiam, parece que existe uma conspiração do universo para “eles” sempre..... Por quê? Meu Deus, por quê?

Nós ficamos procurando culpados, os jogadores, o árbitro, o locutor e até o comentarista de arbitragem conspirou contra nós a favor “deles” ..... Por quê? Meu Deus, por quê?

Na verdade, na verdade não existe conspiração alguma, nós vascaínos e os outros das demais torcidas e principalmente os jogadores profissionais, que treinam para realizar o maior espetáculo da terra, capaz de parar até uma guerra, é olhar para dentro de si e acreditar, acreditar em si próprio, aumentar a sua alta estima buscando um equilíbrio emocional. Acredito que esta é a força “deles”, no estado emocional, no fato de acreditar sempre.

Parabéns para “ele” e MEUS CARISSIMOS AMIGOS VASCAÍNOS, VAMOS ACREDITAR SEMPRE. NÓIS VAMOS GANHAR!

O SENTIMENTO NÃO PODE PARAR!

SAUDAÇÕES VASCAÍNAS

Sandro Arêdes

DEIXE A PREGUIÇA DE LADO, VAMOS CAMINHAR!





A caminhada é um esporte democrático: pessoas de qualquer idade, condicionamento físico e peso podem praticar. Precisam apenas calçar tênis e roupas confortáveis e sair por aí, andando! O que importa é se movimentar. Segundo dados do Programa Nacional de Educação e Saúde Através do Exercício Físico e do Esporte, a caminhada é a atividade física predominante entre os brasileiros de 25 a 60 anos.

Emagrece, tonifica os músculos, reforça o sistema imunológico, diminui o estresse, melhora o sono... Estes são alguns dos benefícios do esporte. Caminhar regularmente ainda melhora o condicionamento cardiovascular, diminuindo o LDL, o colesterol ruim; aumentando o bom, HDL; regulando o comportamento da pressão arterial e prevenindo o diabetes.

Nas mulheres, especificamente, o exercício diminui em 23% a chance de desenvolver o câncer de mama. Bastam 30 minutos diários, pelo menos quatro vezes por semana, que os resultados serão visíveis. Pequenas mudanças na sua rotina, como abandonar o elevador e subir pelas escadas, proporcionam uma melhora à saúde. Mas já pensou em transformar estes pequenos passos em uma atividade prazerosa e cheia de saúde.

ENTÃO, MEXA-SE