sexta-feira, 23 de julho de 2010

NÃO A CREATINA NAS ACADEMIAS



Recém liberada pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a creatina é indicada apenas para atletas de alta performance, em que o exercício é a principal atividade de seu cotidiano, com mais de seis horas de treino por dia.
A substância, derivada dos aminoácidos arginina, ornitina e lisina, são produzidas pelo próprio organismo na proporção necessária ao metabolismo e à boa saúde. Ela não precisa ser ingerida artificialmente, nem mesmo pelos frequentadores de academias e por pessoas que praticam esportes ou atividades físicas regulares.
As pessoas devem evitar tomar indiscriminadamente a creatina, a cafeína e outros repositores energéticos, pois eles podem provocar problemas á saúde quando usados em excesso, como problemas renais e no fígado, aumento do peso e retenção de água.
A conquista do corpo ideal pode se transformar em uma verdadeira tortura para pessoas que não conseguem manter a cabeça no lugar e não têm paciência para esperar o corpo responder aos estímulos dos exercícios praticados. Tudo isso porque elas vêem na suplementação alimentar um caminho mais curto para obter os músculos e as curvas tão desejadas e acabam ignorando todos os seus perigos e malefícios. A utilização sem orientação de um profissional especializado e principalmente da creatina uma forma de “anabolizar” energia de forma equivocada.
O ideal é a pessoa fazer musculação e ter uma dieta adequada. Para que haja crescimento muscular, proteínas e carboidratos associados à alimentação oferecem maiores resultados dos treinos, mas isso sempre deve ser feito sob orientação competente e sem exageros.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

EXERCÍCIOS PARA DEIXAR O BUMBUM PERFEITO



Nem tente convencer um brasileiro de que o bumbum pode perder espaço para os seios, por exemplo, quando o assunto é: Qual é a paixão nacional. Por mais que os seios possam ser unanimidades no resto do mundo, no nosso país a preferência continua sendo pela parte do corpo que é o diferencial das nossas mulheres, o bumbum. Por isso, é inevitável que elas dêem uma atenção especial aos glúteos na hora da malhação.


Para deixar o bumbum perfeito, confira uma lista dos melhores exercícios.


Agachamento:


Este exercício pode ser feito tanto nas aulas de ginástica localizada, como na própria série de musculação. Para dar aquela turbinada, a dica é usar caneleiras na barriga e nas pernas. O exercício levanta e deixa o seu bumbum bem durinho.


Leg Press na musculação:


Se o seu professor não incluiu este aparelho na sua série, corra atrás dele e peça uma mudança. Além de forçar bem os músculos do bumbum, ele ajuda a engrossar e definir as pernas.


Adução e abdução de pernas na musculação:


Os aparelhos para estes exercícios são bem parecidos. A diferença é que em um você faz força para abrir as pernas e no outro para fechá-las. Esse exercício é muito bom para fortalecer as pernas, o que ajudará a dar sustentação do bumbum. Não adianta nada um bumbum firme com uma perna flácida, que não o suporte.


Jump:


Pular emagrece e ajuda a colocar todas as partes do corpo em seu devido lugar. Por isso, a aula de Jump faz com que você elimine as tão indesejadas gorduras do bumbum e o deixe livre de vez das indesejáveis celulites.


Saco de pancadas:


Ao chutar, você trabalha todos os músculos da parte inferior do seu corpo. Por isso, uma boa tática na luta pelo bumbum em pé e bonito é chutar muito, mas muito mesmo, um saco de pancada. Sem contar que este exercício funciona quase como uma terapia, já que você alivia todo o seu estresse e raiva.


quarta-feira, 14 de julho de 2010

TREINAR NO FRIO QUEIMA MAIS CALORIAS QUE NO CALOR




Estamos no inverno e esta é a melhor hora para entrar na academia e chegar ao verão com tudo em cima.

Isso porque vários estudos comprovam que, quando o corpo é submetido a baixas temperaturas, ele queima mais calorias para manter a temperatura corpo estável.

No inverno os cuidados precisam ser redobrados, principalmente na questão do alongamento e aquecimento, porque o alongamento antes da atividade física serve para preparar a musculatura para a realização do exercício e depois é importante para o relaxamento muscular. Quanto ao aquecimento deve-se fazer de 10 a 15 min de esteira ou bicicleta, para aumentar a temperatura corporal, preparando a musculatura e articulações para a prática de outras atividades.

Além do aquecimento e alongamento, é interessante se proteger do frio com roupas adequadas que podem ser retiradas durante o exercício com o aumento da temperatura corporal. Dentre elas, se encontram tecidos próprios para a prática de atividades físicas que são encontradas em lojas de esportes.

O exercício físico proporciona inúmeros benefícios vitais às pessoas, melhora do condicionamento físico, ou seja, aumenta-se a capacidade de “trabalhar” do sistema cardiorrespiratório, a resistência muscular geral e localizada se desenvolve juntamente com a força, flexibilidade, agilidade, conseguindo com tudo isso um melhor equilíbrio corporal e coordenação motora. Além disso, saúde e bem estar, dentre outros uma série de benefícios como: diminuição da pressão arterial, diminuição do estresse psicológico, aumento do colesterol HDL (colesterol bom), facilitação da correção de vícios posturais (citose, lordose), favorecimento do controle da osteoporose.