segunda-feira, 23 de abril de 2012

O EX-FUMANTE E O EXERCÍCIO FÍSICO



Continuando nossa conversa sobre a relação entre o fumo e a atividade física.  Nesta segunda parte falaremos sobre os benefícios que o exercício físico proporciona para a pessoa que parou de fumar. O texto abaixo pertence ao prof. Fábio Saba, retirado do livro “7 Lições para o Bem Estar” – Phorte Editora.
São pelo menos quatro os principais benefícios de parar de fumar e iniciar um programa de exercícios físicos.
·         Melhoria do condicionamento físico. Os fumantes normalmente têm níveis de condicionamento físico ruim e, ao começar um programa de exercícios físicos, podem passar a melhorar mais rapidamente as suas condições pulmonares e cardíacas, aumentando sua força muscular e resistência.
·         Diminuição do risco de doenças relacionadas ao fumo. O exercício regular diminui a presença de vários fatores de risco, reduzindo as possibilidades da ocorrência de algumas doenças respiratórias e circulatórias.
·         Manutenção do peso corporal. O exercício consome calorias extras que talvez o ex-fumante acumule com o fim de seu hábito. Caminhando aproximadamente cinco quilômetros por dia, uma pessoa queima o mesmo número de calorias que gastaria fumando um maço de cigarros, sem, é claro, todos os problemas do fumo.
·         Combate ao estresse. Muitas pessoas usam o cigarro como uma válvula de escape para pressões de seu dia a dia. O exercício físico pode ter o mesmo papel, aliviando as tensões e dando uma sensação de relaxamento e satisfação após a prática, sendo infinitamente mais saudável.

O QUE ACONTECE COM QUEM PÁRA DE FUMAR

            Não é preciso muito tempo para desfrutar das vantagens de ser um ex-fumante. Os resultados imediatos ao ato de parar de fumar são:
·         Após 20 minutos, sua pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal;
·         Após 02 horas, não há mais nicotina no sangue;
·         Após 08 horas, o nível o oxigênio no sangue se normaliza;
·         Após 02 dias, o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta a comida melhor;
·         Após 03 semanas, a respiração fica fácil e a circulação melhora;
·         Após 5 a 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao uma pessoa que nunca fumou.

Um comentário: